quinta-feira, 27 de março de 2014

ler-me-ás ?

lerás um poema desalinhado
onde as palavras rodopiam
sem saberem onde pousar
recuando ao mais simples olhar ?

amor,paixão,ilusão
esmagados no almofariz da vida.
ou perdidos na refutação
de nosso coração

palavras invocadando imagens
repletas de desilusões
na contingência d'um amor
quiçá perdido

aquele sorriso despótico
que por vezes emanava
dos teus lábios.tudo num poema
que talvez nunca lerás

diz-me
ler-me-ás um dia ?
saberás entender-me ?
se não,calar-me-ei então..

ana silvestre

1 comentário:

  1. Nunca será fácil responder a essas perguntas...
    Apreciei!
    Bjinho :)

    ResponderEliminar